Rua Dom José de Alarcão, 55 - Ipiranga
São Paulo - SP
Segunda a Sexta
08:00 - 21:00
+55 11 2061 7527 | +55 11 9 9557 3302
contato@soumaiscoworking.com.br

Blog Sou Mais Coworking

O mais completo espaço de Coworking do Ipiranga

Millennials: Como é o perfil do profissional moderno

Quem é esse novo trabalhador e como retê-lo em sua empresa?

O mercado está se transformando. E não são apenas os consumidores que estão ditando as novas regras na economia. O que antes era um padrão profissional está se moldando com o estabelecimento de uma nova geração na sociedade. É uma revolução oriunda de uma nova forma de pensar e de encarar a jornada profissional. Para líderes e gestores essa é uma oportunidade para rever princípios e buscar novos caminhos. Nosso blog apresenta o novo trabalhador, o que ele pensa e como trabalha.

“Preguiçosos, egocêntricos, narcisistas”. Esses são alguns dos rótulos que a geração nascida entre os anos 80 e 90, os millennials, carregam na bagagem. Porém, líderes e gestores que pensam dessa forma estão perdendo uma grande oportunidade de abraçar os precursores de novas e eficientes formas de trabalhar.

A geração que cresceu em meio à tecnologia e viveu o boom da informação é exigente e gosta de realizar mudanças, mas sempre à sua maneira. Todavia, a grande verdade é que eles querem líderes inspiradores que proporcionem oportunidades, em vez de chefes que lhes limitem a criatividade.

Quebra de paradigmas

O mercado de trabalho estava acostumado com um tipo de perfil de profissional. Com a vida orientada ao ter, seja um carro, casa, ou algum bem material; para muitos, o salário era o objetivo final e fundamental para realizar seus sonhos materialistas, e assim, “crescer na vida” ou “ser alguém”.

O “ganhar” era o principal sinônimo do “vencer”, atrelado a outras características como: falar e gerenciar, trabalhar em uma hierarquia centralizada, ter uma visão de curto prazo, crer que somente os resultados importam, enxergar benefícios em rotinas e ser mais racional.

Com o surgimento de uma nova geração, muitos dos paradigmas foram quebrados. O novo profissional chegou com novos desejos e ambições, e levou suas necessidades ao mercado de trabalho. Como características, esse novo perfil crê em:

  • A vida orientada ao ser;
  • Vitórias compartilhadas;
  • Ouvir e liderar;
  • Rede compartilhada;
  • Visão de longo prazo
  • A jornada importa, assim como os resultados;
  • Criatividade & intuição;
  • Foco nas pessoas.

Com isso, surgiu um trabalhador mais emocional e desapegado, quando se encontra em ambientes e situações tradicionais. Para gestores e líderes, compreender esse perfil é fundamental para que não ocorram ruídos na comunicação entre as partes, e que excelentes profissionais não sejam perdidos por falta de compreensão da nova geração.

De acordo com uma pesquisa da Trendsity, encomendado pela Arcos Dorados, rede de franquias de restaurantes McDonald’s, para aproveitar o potencial criativo dos jovens, os empregadores precisam oferecer um espaço que ao menos tente estar à altura de suas expectativas.

Com participação de 1.800 jovens de 18 a 27 anos em entrevistas on-line por toda a América Latina, sendo 500 deles no Brasil, o estudo revelou que:

  • 64% deles consideram sua geração mais exigente e difícil de satisfazer;
  • 65% deles valorizam a possibilidade de fazer propostas inovadoras no trabalho;
  • 68% deles acreditam que vieram para buscar maneiras diferentes de fazer as coisas;
  • 56% dos entrevistados acham que os jovens detestam receber ordens sem saber qual é o propósito;
  • 8 em cada 10 millennials confiam em seus próprios talentos e habilidades, enquanto apenas um terço deles considera que a sociedade compartilha essa confiança;
  • 62% deles acham que se frustram ou se desmotivam mais rapidamente, se não conseguirem resultados rápidos no trabalho;
  • Seis em cada 10 deles imaginam-se independentes ou empreendedoras em 10 anos.

Como a pesquisa mostrou, o novo perfil profissional tem sim sua vertente exigente, todavia, ele quer fazer parte de uma empresa de forma sólida, com propósito de elevar a qualidade do que lhe é oferecido como desafio.

Para a especialista em gestão Joanna Barsh, diretora emérita da consultoria McKinsey, isso impõe um série de desafios para os gestores, que precisam se adaptar.

“O que difere é a mentalidade da geração millennial. Os jovens entendem que as empresas podem demitir a qualquer hora, se for necessário cortar custos ou se a companhia for vendida. Por outro lado, pensam que, se não estiverem gostando do trabalho, vão procurar outro lugar. Ou seja: não existe mais aquela fidelidade à empresa, porque a empresa também não é mais fiel ao funcionário”, afirmou Joanna em entrevista para o site Exame.

Para ela, os trabalhadores dessa geração sentem que, se não estiverem crescendo, se desenvolvendo, vão deixar a empresa. “Isso vem de um sentimento de autodependência muito forte”.

Coworking como estratégia para Millennials

O modelo de escritórios compartilhados poderia ser apenas uma justificativa para redução de custos, porém, o que se viu na prática, foi muito mais do que isso.

Espaços como o da Sou Mais Coworking oferecem ambiente mais criativo, que é ideal para o profissional da geração millennial. Além disso, a empresa oferece uma infraestrutura moderna, dinâmica, com possibilidade de networking, localização estratégica e uma gama de desdobramentos oriundos dessas características.

De acordo com estatísticas levantadas a partir de uma pesquisa global feita com coworkers, 50% deles afirmaram que seus ganhos cresceram.

A Sou Mais Coworking possui uma infraestrutura que oferece ar condicionado, áreas internas e externas de descanso e convívio, Wi Fi (link dedicado), acessibilidade, copa equipada com microondas e geladeira, banheiro com chuveiro, sendo ideal para redução de custos e estratégias, visando aumento da produtividade da empresa.

A Sou Mais Coworking tem como diferenciais:

  • Salas de Reunião: Salas para 3, 4, 6 ou 10 pessoas, todas climatizadas com ar condicionado, televisor com entrada HDMI, tomadas, mesas amplas e cadeiras ergonômicas.
  • Plano Fit: Por apenas R$ 299,00 mensais, é possível ter seu escritório compartilhado nos horários de 8 h às 12 h, ou de 12 h às 16 h, ou de 16 h às 20 h. Nesse plano estão inclusos o Wi Fi (link dedicado), copa (café e água), ambiente climatizado e áreas de convivência.
  • Endereço Comercial: A empresa ou usuário pode divulgar em seu site, em seu cartão de visitas e para seus clientes e fornecedores um endereço renomado e conhecido na região central de São Paulo.

Novo E-book: As vantagens do Coworking

O Coworking cumpre o papel de agregador de talentos, que percebem nas transformações comportamentais e corporativas do cotidiano, oportunidades que, além de lucrativas, simbolizam algo muito maior, extrapolando os limites organizacionais e agregando valores e ideias cada vez mais almejados pela sociedade em geral.

Quer saber mais sobre o modelo de escritórios compartilhados e os seus benefícios? Neste e-book, você entende as transformações do mercado nos últimos anos e como elas são favoráveis para a ascensão de novos empreendedores e serviços compartilhados. Saiba por que o Coworking é peça fundamental neste processo!

Garanta agora mesmo o seu exemplar gratuito clicando aqui!

Leave a Reply